Entrevista com a WFM Juliana Terao

Nome: Juliana Terao
Título: WFM
Rating: 2170 (Fevereiro 2012)

Xadrez Total: Quando você começou a se interessar pelo xadrez, e o que o levou a isso?

WFM Juliana Terao: O meu interesse pelo xadrez surgiu mais ou menos aos seis (6) anos, por sempre acompanhar o meu irmão nos torneios, comecei a me interessar pelo esporte.

Xadrez Total: Quais os principais objetivos que traçou como meta no xadrez que já foram atingidos e os que ainda faltam ser atingidos?

WFM Juliana Terao: O meu objetivo no xadrez era conseguir o titulo de WIM, o que eu consegui no Sul-Americano Juvenil no ano passado na Bolívia, porém, ainda estou esperando o meu titulo sair.

Atualmente o meu objetivo é chegar a WGM, e subir um pouco o rating.

Xadrez Total:  Tendo participado ano passado o Zonal 2.4 da FIDE, e obtido a classificação para a Copa do Mundo, explique-nos sua consideração sobre o evento ocorrido há alguns meses.

WFM Juliana Terao: Achei que por ter sido um torneio aberto, muitas meninas iriam participar do torneio, mas foi uma pena que poucas foram.

Xadrez Total:  Sendo a primeira brasileira a fazer norma de WGM, nos explique, como é a sua preparação a partir de agora, visando alcançar a titulação.

WFM Juliana Terao: Atualmente não estou tendo nenhum treinamento especial para alcançar essa meta, já que o meu foco agora é terminar a faculdade. Mas vou aproveitar ao máximo as oportunidades que tiver este ano para alcançar o objetivo de me tornar WGM.

Xadrez Total:  Sua opinião com relação ao xadrez feminino no país.

WFM Juliana Terao: Acho que o xadrez feminino vem crescendo muito, mas o nível ainda está muito atrasado em relação aos melhores países. E também acho muito legal, o incentivo de vários organizadores de torneios, dando isenção na taxa de inscrição para as mulheres, como no torneio que vai ter agora, o Aberto do Brasil Osasco 50 Anos.

Xadrez Total:  O que em sua opinião, precisa ser feito para que o xadrez no Brasil desponte, como um dos principais esportes do país. Considerando que a situação melhorou muito, se compara há alguns anos.

WFM Juliana Terao: O governo teria que dar mais suporte a esse esporte, conseguir uma atenção maior na mídia, popularizar o esporte, etc. E falta incentivo, apoio financeiro, são poucos os que conseguem um patrocínio, a maioria se vira com o “PAItrocínio”. [risos]

Xadrez Total:  Tendo participado de duas olimpíadas de xadrez, destaque como é participar de um dos, senão o principal evento do xadrez representado o país e estando competindo no mesmo salão de jogos que os principais nomes do mundo do xadrez.

WFM Juliana Terao: É um torneio incrível, achei maravilhosas as duas vezes que fui, mesmo não sendo tão fanática como outros jogadores, estar no mesmo torneio, poder tirar fotos, jogar com jogadoras fortes como a Hou Yifan, almoçar na mesa ao lado da mesa da Judit Polgar, do Magnus Carlsen, entre outras coisas, com certeza são oportunidades extraordinárias.

Xadrez Total:  Qual sua expectativa com relação a participação da Equipe Olímpica Feminina na Olimpíada desse ano?

WFM Juliana Terao: Acho que este ano a equipe olímpica feminina estará muito bem representada. Acho que devido às etapas do pré-olímpico as integrantes da equipe terão um nível mais regular, e o rating médio irá ser bem melhor do que a da olímpiada anterior.

Xadrez Total:  Em 2009 juntamente com equipe brasileira formada por Vescovi, Fier, Leitão, Diamant, Lima e Feliciano, conquistaram a Olimpíada do Mercosul, realizada em Mar del Plata. Como foi a experiência em ter participado e vencido este importante evento, jogando um torneio por equipes ao lado dos principais jogadores do país.  Ressaltando ainda que o Brasil não perdeu uma partida sequer.

WFM Juliana Terao: Foi um torneio muito bom, apesar de eu não ter tido boas partidas. Porém, a oportunidade de jogar ao lado dos melhores jogadores do país com certeza foi muito boa para o meu crescimento como jogadora.

Xadrez Total:  Pela primeira na história do xadrez de São Paulo, um Aberto do Brasil vai dar inscrições gratuitas a todas as mulheres. Trata-se do Aberto do Brasil de Osasco. Você vai participar?

WFM Juliana Terao: Quero participar sim.

Xadrez Total:  Em quais eventos pretende participar ao longo de 2012.

WFM Juliana Terao: Por enquanto os torneios que tenho certeza que irei participar são os Jogos Regionais e Abertos do Interior de São Paulo, e da Olimpíada.

Entrevista concedida a Vivian Heinrichs e Guilherme Moraes

2 comentários em “Entrevista com a WFM Juliana Terao

  • 24 de fevereiro de 2012 a 10:45
    Permalink

    Bela entrevista!
    Concordo com ela quando diz que o xadrez precisa de mais apoio governamental. Para começar, na minha opinião, o xadrez deveria ser implantado em todas as escolas publicas, são poucas as que tem. Além de tentar tirar do xadrez o estereotipo de jogo chato só para pessoas muito inteligentes.

    Responder
  • 4 de março de 2012 a 10:27
    Permalink

    Joguei com essa menina quando ela tinha uns 12 anos num jogo de 21 minutos

    Responder

Deixe uma resposta para Raquel Coelho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *