Entrevista com a WIM Juliana Terao – BRA Feminino 2015

wim_juliana_terao_rating

Quando você começou a jogar xadrez?

Aprendi a jogar aos 5 anos com o meu pai. E meu primeiro torneio foi aos 6 anos.

Simultanea Rodrigo 19970001
Jogando em uma simultânea que meu irmão deu. Eu estava começando a jogar e tinha 6 anos.

Quais os seus principais êxitos esportivos na modalidade?

  • Tetra campeã pan-americana
  • Campeã Sul-americana Juvenil
  • 4 Olimpíadas
  • Diversas vezes campeã brasileira em diversas categorias
Meu primeiro Brasileiro, tinha 8 anos em Abril de 2000. Terminei em terceiro lugar, a campeã foi a Vanessa. Essa foi a primeira partida com a Vanessa, terminou em empate.
Meu primeiro Brasileiro, tinha 8 anos em Abril de 2000. Terminei em terceiro lugar, a campeã foi a Vanessa. Essa foi a primeira partida com a Vanessa, terminou em empate.

Qual é a importância do xadrez na sua vida? Você se dedica exclusivamente ao xadrez ou tem outra atividade atualmente?

 O xadrez sempre esteve presente na minha vida, não imagino minha vida sem o xadrez. Ele me proporcionou diversas experiências e oportunidades. Atualmente alterno entre o xadrez e a faculdade.

artida contra o MF Ricardo Benares em Maresias, 2001
Partida contra o MF Ricardo Benares em Maresias, 2001

Qual é a sua expectativa para a final do Campeonato Brasileiro Feminino 2015 no Espaço Xadrez Total? 

Acho muito legal o novo formato do torneio, de possibilitar norma de WIM e de melhorar as condições para as jogadoras dando hospedagem e alimentação. Acredito que o Espaço Xadrez Total nos proporcionará um ambiente bem agradável e amistoso.

Olimpíada 2014
Olimpíada 2014

Entrevista concedida à equipe Xadrez Total

final campeonato brasileiro feminino 2015

Veja mais informações sobre o Campeonamento Brasileiro Feminino em:

cover xadrez total

2 comentários em “Entrevista com a WIM Juliana Terao – BRA Feminino 2015

  • 4 de fevereiro de 2016 a 11:00
    Permalink

    Não ouvi falar de Brasileiro Feminino em 2015, não vi partidas pra download… Só vi o masculino.
    É interessante o Xadrez Total estar fazendo isso, porque é preciso saber que xadrez feminino existe no Brasil.
    Legal a entrevista, pena que foi muito curta
    :)

    Responder
    • 6 de fevereiro de 2016 a 18:56
      Permalink

      Leandro, agradecemos o comentário. Essa Final do Feminino, assim como foi com o Absoluto, refere-se a 2015.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *