História dos torneios de Norma no Brasil – Parte III

Com os magistrais Comunic IV e V, alcancei os objetivos traçados no ano anterior. Chegar à categoria IV da FIDE, e não ter que esperar um ano para fazer novos torneios.

Desta vez, o diretor dos dois torneios, foi Alexandre Grazzini, um amigo fiel, que muito lutou contra dirigentes corruptos do nosso xadrez, e hoje trabalha como arquiteto, com muito sucesso.

O AI Marius van Riemsdijk, sempre a postos para ajudar, também esteve por perto, acompanhando todas as rodadas.

IV Magistral Comunic

Clube de Xadrez São Paulo, 4 a 10 de fevereiro de 2004

Visualizador de PartidasArquivo PGN

#l Nome T ELO País 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Pts
1 Rodríguez, Andrés g 2485 ½ 1 ½ 1 ½ 1 1 1 1
2 Tsuboi, Edson f 2341 ½ 1 ½ 1 ½ 1 ½ 1 1 7
3 Abreu, Aryam m 2424 0 0 1 1 1 1 ½ 1 1
4 Giaccio, Alfredo m 2481 ½ ½ 0 ½ 1 1 1 ½ 1 6
5 Benares, Ricardo f 2298 0 0 0 ½ 1 ½ 1 ½ 1
6 Dumont, Sadi f 2341 ½ ½ 0 0 0 0 1 1 1 4
7 Vera Insfran, Jorge f 2338 0 0 0 0 ½ 1 0 1 1
8 Madeira, Wagner 2215 0 ½ ½ 0 0 0 1 ½ ½ 3
9 Gonzalez, Bolívar Ribeiro 2286 0 0 0 ½ ½ 0 0 ½ 1
10 Cruz, Alfredo 2251 0 0 0 0 0 0 0 ½ 0 ½

RM = 2346,3 – Cat. IV

O fator inesquecível, foi a conquista da norma de MI, por parte do esforçado MF Edson Tsubói, um jogador conhecido por sua postura extremamente correta, tranqüilidade, e frieza frente ao tabuleiro.

Hoje, Tsubói é MI, e tenho certeza, que não esquece, de toda luta que foi, chegar, ao título, aos cinquenta anos de idade, e de todos os magistrais Comunic que jogou.

Na sequencia, realizamos o V Magistral Comunic, com quase os mesmos jogadores, e o mesmo espírito de luta.

V Magistral Comunic

Clube de Xadrez São Paulo, 12 a 18 de fevereiro de 2004
Diretor: Alexandre Grazzini
Árbitro principal: AN Mauro Amaral

Visualizador de PartidasArquivo PGN

# Nome T ELO País 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Pts
1 Abreu, Aryam m 2424 ½ ½ 1 1 1 1 1 1 1 8
2 Giaccio, Alfredo m 2481 ½ ½ 1 1 1 ½ 1 1 1
3 Rodríguez, Andrés g 2485 ½ ½ 0 1 1 1 1 ½ 1
4 Benares, Ricardo f 2298 0 0 1 0 1 1 0 1 ½
5 Santos, Marcus Vinicius f 2311 0 0 0 1 0 ½ ½ 1 1 4
6 Dumont, Sadi f 2341 0 0 0 0 1 ½ 1 ½ 1 4
7 Tsuboi, Edson f 2344 0 ½ 0 0 ½ ½ 1 0 1
8 Gonzalez, Bolívar Ribeiro f 2286 0 0 0 1 ½ 0 0 1 1
9 Vera Insfran, Jorge f 2338 0 0 ½ 0 0 ½ 1 0 ½
10 Cruz, Alfredo 2251 0 0 0 ½ 0 0 0 0 ½
1

RM = 2355,9 – Cat. V


Mauro Amaral, e os jogadores do V Magistral Comunic

O lendário MI Alexandru Segal, observa atentamente partida entre o GM Rodriguez e o MF Benares.

No V Magistral Comunic, atingimos a histórica categoria V da FIDE. Para isto, trocamos Wagner Madeira, pelo MI [na época MF] Marcus Vinicius Santos, o “Ovelha” que também faria norma de MI, em um Comunic.

O ponto negativo, foi que um dirigente trambiqueiro, de uma federação não-filiada à CBX, tinha prometido pagar as inscrições do MF Benares, e não o fez, dando prejuízo ao torneio. Esclareço que o MF Benares, embora fosse “patrocinado” pelo picareta em questão, não teve qualquer culpa no episódio.

Nossos eventos, sempre primaram pelo convite a jogadores educados. Alfredo Cruz Condori, da Bolívia, totalizou um ponto e meio em dezoito, e nem por isto, perdeu o bom humor, ou a cordialidade.

Veja também:

História dos torneios de Norma no Brasil – Parte I

História dos torneios de Norma no Brasil – Parte II

História dos torneios de Norma no Brasil – Parte III

História dos torneios de Norma no Brasil – Parte IV

História dos torneios de Norma no Brasil – Parte V

História dos torneios de Norma no Brasil – Parte VI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *