Partida comentada João Danilo Mandetta x MF Simon Languidey

mf_aranha_site

all_down_pgn

(1) Mandetta,Joao Danilo (2194) – Languidey,Simon (2312) [E44]

JAIs 2013, 23.10.2013

Por João Danielo Mandetta

1.d4 Nf6 2.c4 e6 3.Nc3 Bb4 4.e3 b6 [4…d5; 4…0–0 5.Nge2 d5 6.a3 Be7 7.cxd5 Nxd5 8.Bd2 Nd7 9.g3 b6 10.Nxd5 exd5 11.Bg2 Bb7 12.Bb4! foi Carlsen, M – Anand, V (1–0) / Tal Memorial 2013. Se Bxb4 axb4, as brancas dobram seus peões, mas abrem a coluna “a” para a torre e incrementam seu controle sobre c5, sem mencionar que a troca dos bispos em si mesma ja é vantajosa para as brancas.]

5.Nge2 Este é um lance que vem ganhando popularidade (o proprio Carlsen o utilizou para vencer Anand em uma das ultimas partidas entre eles antes do Match do Mundo que estão jogando nesse momento) por dar às brancas uma posição sólida e ao mesmo tempo oferecer possibilidades de jogar de forma ambiciosa. Cge2 pode ser jogado contra quase qualquer lance 4 das pretas, com a ideia de manter a estrutura intacta em caso de …Bxc3.

5…Ne4 [5…Ba6!? é atualmente o lance mais popular.]

6.Bd2 Nxd2 7.Qxd2 d5 As pretas escolhem uma estrutura tipica de Gambito da Dama Recusado, para nao ceder espaço para as brancas. Contudo, a inclusão do lance b6 me parece ser desconexa com a estratégia geral das pretas. [7…Bb7 8.a3 Be7 9.d5 0–0 10.g3 d6 11.Bg2 Nd7 12.0–0² As brancas tem mais espaço e o bispo de b7 foi frustrado por um peão branco em d5.; 7…Ba6!? merece investigações 8.Nf4!? (8.a3!?) ]

8.cxd5 exd5 9.a3 Be7 10.g3 [10.Nf4 c6 11.Be2² é outra interpretação.]

10…Bf5 Desenvolvendo o bispo em uma casa muito mais ativa que b7. No entanto, as brancas estão prestes a atacar o peão de d5, e após a defesa natural c7-c6, este peão ficará débil já que carece de sua defesa natural, nominalmente, um peão em b7.

11.Bg2 c6 12.Rc1 Começando a apontar para c6. [12.b4 a6]

12…0–0 13.0–0 Nd7 14.Na2 As brancas planejam dobrar as torres na coluna “c” e manobrar o cavalo para d3, de onde controla as importantes casas c5 e e5 e não obstrui o raio de ação das peças pesadas na coluna “c”. [14.f3² é a sugestão do meu engine, com ideia de se apoderar do centro com e4. Esse plano nao me parece tao natural quando não tenho bispo de casas pretas, e tambem pode acabar abrindo o jogo em favor do par de bispos adversário, por isso, acho que as consequências devem ser bem avaliadas.]

14…Rc8 15.Nb4 Nb8 16.Nd3 Qd6 17.Rc3 Nd7 18.Rfc1 Completando o primeiro mini-plano de reagrupamento. Uma pergunta deve ser feita aqui: As brancas posicionaram suas peças nas casas ideais, mas como desejam incrementar a pressão agora? Parece natural seguir com b4 e um eventual b5, para minar os peões pretos e explorar uma possível cravada na coluna “c”. Esse plano é difícil de atingir, e as brancas devem ter cuidado! Pra começo de conversa, depois de jogar b4 as brancas devem contar com a possibilidade de as pretas responderem com …b5 seguido de …Cb6 para plantar o cavalo em c4 e bloquear eternamente as torres brancas. Que outros metodos nós temos aqui? Vem a cabeça jogar Ce5, já que em caso de Cxe5 dxe5 Dxe5 Txc6 cairia o peão de c6, deixando o de d5 sem defesa.

18…a5 [18…c5 é bom que as brancas tenham uma refutação tática para esse lance, do contrario, ele poderia produzir uma situação de peães colgantes com possibilidades ativas para as pretas. 19.Ndf4 Nf6 20.dxc5]

19.Ne5 Nb8 Para jogar 19-Ce5 era necessário calcular uma pequena variante [19…Nxe5 20.dxe5 Qxe5 (20…Qg6 21.Nd4) 21.Rxc6 Rxc6 22.Rxc6 Bc5 23.Qxd5 Qxb2 24.Qxf5 Qxe2 25.Bd5± Quando a presença de bispos de cores opostas favorece as brancas grandemente, as pretas não conseguem opor o ataque sobre f7!]

20.Nf4 g5 Esse lance debilita o flanco rei, mas de outra forma as pretas seguem passivas, sem nenhum plano construtivo.

21.Ne2 [21.g4!? era interessante, por exemplo 21…Be6 22.Nxe6 fxe6 23.Bf1 realocando o bispo 23…Bf6 24.f4]

21…f6 [é tentador 21…c5 mas 22.f4! ameaçando dxc5 e ganhar d5. 22…c4 23.g4 Bd7 24.e4! Escancarando toda a posição para explorar as fraquezas recem criadas]

22.Nd3 Kg7 23.b4! é curioso que esse lance na ala da dama se faz possivel por algo que aconteceu na ala do rei nos ultimos movimentos

23…a4? Diagram # Esse é um lance triste de se fazer. [23…Bxd3? Com os peões em g7 e f7 esse lance faria muito sentido, mas aqui as pretas perdem o defensor das casas brancas no flanco rei. 24.Qxd3 axb4 25.axb4 b5 para seguir com Ca6 (25…Qxb4 26.Bxd5) 26.Bh3 Rc7 27.Bf5 Rh8 28.Ra3 Qxb4 29.Ra8 com ameaças tipo Bxh7 e Txb8 ou Txb8 seguido de Bxh7 pra invadir com a dama em g6. 29…Rb7 30.h4± As pretas tem um peão a mais, mas quase todas as suas peças estao atadas na defesa de alguma coisa, e seu rei esta exposto a um ataque perigoso. Uma ideia seria jogar h5 no proximo lance, com ideia de Bxh7! e se Txh7 Dg6+ Rh8 De8+. Outra, ainda mais imaginativa, é tirar o rei, para h2 por exemplo, para introduzir ideias de Cf4, depois de gxf4 gxf4 as brancas poderiam utilizar a coluna “g” para o ataque, então novamente surgiriam oportunidades de Bxh7 e Dg6. Um pouco fantasioso talvez, mas seguramente nao impossível de acontecer!; 23…axb4! era o menor dos males 24.Nxb4 As brancas ficam felizes que seu cavalo nao pode mais ser expulso de b4, mas por outro lado elas nao tem nenhuma ameaça concreta.]

24.Qd1± As pretas enfrentam o duro dilema entre entregar um peão por nada ou defende-lo com b5, que é um desastre posicional.

24…b5 25.Nc5 Qd8?! Talvez com ideia de Bxc5, mas as brancas nao perdem a oportunidade de escancarar a posição…

26.e4! Bxc5 [26…dxe4 27.Bxe4 Bd7 (27…Bxe4 28.Ne6+ Kg8 29.Nxd8 Rfxd8 30.Re3 f5 31.f3) 28.Qc2 f5 29.Bg2+- As pretas estao posicionalmente perdidas no tabuleiro inteiro, e o mais provável é que os peões c6, b5 e a4 caiam como um castelinho de cartas nos próximos lances.]

27.Rxc5 Bxe4 [27…dxe4 28.Rxf5]

28.Bxe4 dxe4 29.d5! Qd7 30.Qc2 e3 Meu adversário é um bom lutador e vai tentar os seus recursos. Aqui pelo menos ele consegue expor um pouco o rei branco, mas isso não será suficiente pra conseguir algum contra-jogo.

31.Nd4 exf2+ 32.Kxf2 Rfe8 33.Qf5! Qe7 [33…Qxf5+ 34.Nxf5+ Kg8 35.Nd6 ganha a qualidade, depois c6, depois b5.]

34.Ne6+ Kg8 35.Kg2 O apuro de tempo esta chegando (a partida foi jogada com uma hora e meia para cada jogador sem acréscimo), e as brancas consolidam sua posição e melhoram as peças sem se apressar. As pretas estão praticamente em zugzwang, só podem mover sua dama, e mesmo assim ela está atada à defesa de f6.

35…Qf7 36.R1c3 Qg6 37.g4 Qxf5 depois disso tudo está oficialmente acabado, mas honestamente, nada mais podia salvar as pretas do lento “abraço de urso”.

38.gxf5 Kf7 39.dxc6 Ke7 40.c7 Nd7 41.Rxb5 h5 42.Rd5 g4 43.b5 h4 44.Rxd7+ Kxd7 45.Rd3+ Ke7 46.b6 Rh8 47.Rd4 g3 48.b7 Rxc7 49.Nxc7 Rb8 50.Rb4 h3+ 51.Kxh3 1–0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *