Entrevista com Daphne Jardim

Nome: Daphne Tófano Jardim
Data de Nascimento: 12/09/1994
Cidade Natal: Ribeirão Preto
Rating FIDE: 1947

Guiga: Quando e como você passou a se interessar pelo xadrez?
Daphne: Eu jogava desde pequena com meu pai e meu irmão(que fazia aula em clube)… até que um dia meu irmão resolveu parar a aula e eu comecei no lugar dele, gostei do jogo e acabei jogando um torneio onde conheci meu primeiro treinador, Alessandro Rodrigues (mais conhecido como Paulista), ele se ofereceu pra me dar aula falando que eu tinha talento, acabei convencendo meus pais e comecei a levar mais a sério o xadrez…

Guiga: Qual cidade você representa nos Jogos Regionais de São Paulo, e quais suas companheiras de equipe?
Daphne: Eu represento Americana, minhas lindas companheiras são nada mais que Amanda Marques, Natália Baccarin , Adriana Tabosa e Carolina Lujan…

Guiga: Você já participou de vários eventos onde competiu com jogadores masculinos, o que opina sobre isso?
Daphne: Ahh, eu acho que o que importa mesmo é o jogo em si e não os competidores…Acho também que tem muitas meninas no Brasil que tem nível pra jogar um torneio Absoluto e ir bem…

Guiga: Sua família te incentiva a jogar xadrez, participar das competições?
Daphne: Sim, bastante… Acho que se não fosse a família eu não jogaria o que eu jogo hoje…

Guiga: Cite seus principais títulos.
Daphne: Campeã Panamericana Escolar, Tri Campeã Brasileira , Seis vezes Campeã Paulista, entre outros…

Guiga: A escola onde estuda possui Oficina de Xadrez?
Daphne: Sim , tem aula de xadrez 2 vezes por semana na minha escola, e temos uma equipe que sempre joga torneios aqui na região…

Guiga: Que jogadores ou jogadoras você admira?
Daphne: Capablanca (!), Judit e Carlsen…

Guiga: Ao longo dos anos que participa de competições, tem uma partida sua que considera marcante, ou a melhor partida jogada por você até hoje?
Daphne: Tem várias partidas que eu considero marcantes, mas a mais recente foi contra a Paula Delai nos Abertos, foi um jogo muito bom e necessário pra ganharmos o título…

Guiga: Quais as suas metas ao longo deste ano de 2010, dentro e fora dos tabuleiros?
Daphne: Pretendo jogar o Pan-Americano esse ano , e estou treinando bastante pra ir bem, outra meta é subir mais meu fide…

Fora dos tabuleiros pretendo ir muito bem na escola esse ano , já que está chegando ao fim e curtir a vida

Guiga: Uma mensagem final e/ou agradecimentos.
Daphne: Queria agradecer essa oportunidade e desejo muito sucesso!

Publicado por Guilherme Moraes

Um comentário em “Entrevista com Daphne Jardim

  • 9 de janeiro de 2011 a 21:31
    Permalink

    Parabéns pelo o incentivo ao xadrez feminino. Mormente – no dias atuais – quando as mulheres no Brasil estão sentindo bom prestígio, chegando ao cargo maior…
    Assim sendo – quando o árbitro Cassius – amigo e parceiro de xadrez relâmpago, dententor dos cavalos enceradeiras (qdo.se tira um da 5a.casa, o outro logo ocupa) – ele me indicou este excelente blog – ao acessá-lo, notei que o conteúdo iria me abastecer muito… Portanto, se houver oposição a isso, gostaria de estar ciente; já que, juntos, vamos divulgar muito a arte de pensar…
    Ao sapiente criador – a minha admiração – continue!!! Luz – saúde e paz para sua criatividade estar sempre servindo, não só adeptos do enxadrismo, mas toda a humanidade: já que pensar é inevitável, mas usar a lógica: O XADREZ ENSINA MUITO ESTA ARTE…
    Aguardamos a nobre visita no xadrezdinobueno.blogspot.com – saberladino e nossosaberladino.blogspot.com

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *